Rui Tinoco - Poesia

Se afirmo a minha humanidade

Se afirmo a minha humanidade

que o mesmo será dizer água,

pois o dedo que levanto com estas palavras

não é mais do que isso

e os pés em que me apoio

a boca que pronuncia sentido

e exclamações: como é belo o mundo!,

não são mais do que água;

mas se afirmo a minha humanidade, repito,

aprumo o tronco, finco os pés à terra,

cerro os punhos com coragem

na perplexidade de ser um homem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s