Rui Tinoco - Poesia

Ias partir

Ias partir,

levavas a terra nas mãos cerradas

com toda a força

como se escrevesses nelas.

A terra germinou as suas sementes.

Para não te agarrares ao chão

espalhaste a terra no teu peito

e choveste sobre ele.

1993, RT

Anúncios