Rui Tinoco - Poesia

O ESCRUTINIO ELEITORAL

 o vencedor das eleições, com zero

por cento dos votos, é… ta-ra-ra-ra-ra

ra-ra-ram… o FMI!

como compreendem é inútil

solicitar a recontagem: o zero

é o número absorvente da multiplicação.

vejamos: infinito vezes zero é zero,

esperança vezes zero é zero.

uma complexa operação financeira

fez com que a existência se pagasse

a juros de onze por cento.

o FMI vem proteger-nos disso

tudo, do primeiro-ministro displicente

do líder da oposição

que desdenha da mentira

e depois lhe dá biscoitos às escondidas.

aliás, a mentira será a nova ministra

da administração interna do FMI.

a democracia leva-nos a estranhos

resultados e há que aceitá-los:

a votação foi feita

as vontades contadas

e… não há dúvida:

o FMI obteve zero por cento dos votos!

ora vejam este gráfico: zero. ZERO.

todos se aprestam agora

para declarações: o grande,

o médio e o pequeno partido.

o grande partido diz que a vitória

é sua. o médio congratula

o grande, mas diz que é a si

que a vitória sorriu ou piscou o olho,

não percebi bem. adivinhem

o que disse o pequeno partido?

o melhor mesmo é dar voz à vitória

e não estar aqui com intermediários

«o que pensa de tudo isto, senhora

vitória?»… ela nada respondeu:

está fechada, dentro das urnas,

até nova ordem dos mercados.

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s