Georg Trakl / Poesia do Mundo

Início, de Georg Trakl

A neve do telhado desfaz-se

pouco a pouco,

tal como a beleza da mulher que eu amo.

.

É tão escuro o seu canto à meia-noite

como imenso o silêncio no interior da pedra.

De pé,

em frente à minha casa,

o frio transforma-se em harmonia.

.

É tudo uma questão de ciclos.

O que agora parte,

voltará depois

para de novo partir.

.

É tudo uma questão de ciclos:

eu apenas escrevo círculos sobre o papel de neve.

Tradução de Manuel de Freitas

(A caixa negra, Lisboa, Averno, 2009.

Na Revista A Sul de Nenhum Norte, nº 06

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s