Rui Tinoco - Poesia

o protagonista quis

o protagonista quis

silêncio e recolhimento:

calcorreou o pontão, aquele

que entra pelo mar adentro

e parece que não vai terminar.

mas fê-lo sempre no interior

do texto. foi então que a mulher

surgiu no verso seguinte. provoquei-lhe

um grande susto e não era

caso para menos: a própria coerência

narrativa pareceu dar de si. as

coisas acabaram por terminar

bem. fechei então o caderno, olhei o

azul, enquanto percorria o pontão

de regresso a casa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s