Poesia Portuguesa / Vírgílio Alberto Vieira

A um grego foi possível, Virgílio Alberto Vieira

A um grego foi possível

Outrora sonhar divinamente as águas

De outro rio

Esse rio é o homem e Heráclito

Ainda em sonho ignora

Quão indiferente sobre si mesmo corre

O rio Agora é noite

E o grego as naturezas escuta

Em toda a parte enquanto

Pensa o fogo harmonioso do passado

O que na cinza se escreveu

Perdido foi em Éfeso

Artemis é essa inquietação segura

.

(Virgílio Alberto Vieira In A Imposição das Mãos, Porto, Campo das Letras, 1999).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s