Curtas / Escritas em prosa

Um amor virtual

«Vem, sai detrás do ecrã». Há longos meses que andava a teclar com uma rapariga num site qualquer da  internet. Tinha-lhe contado tudo sobre mim. Julgava também conhecer uma parte  significativa da vida dela.
Na internet o tempo passa  muito mais depressa do que na vida real. Confiávamos plenamente um no outro. Já  nos tínhamos zangado e feito as pazes algumas vezes.
Na verdade ela morava do  outro lado do oceano, no Brasil. Nenhum de nós se dispusera a fazer o salto e ir  ter com o outro.
Estranhei por isso que ela  me pedisse para conhecer a minha mãe. Acabei por anuir. A minha velha mãe entrou  no quarto. Virei o monitor na sua direção.

«Quero  que conheças uma pessoa. Mãe esta é a Celeste; Celeste, a minha mãe».
Leia Mais:  http://nanquin.blogspot.com/2012/09/um-amor-virtual.html#ixzz2UZqeQvGC

Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s