Poesia Galega / Poesia Portuguesa / Rosalia de Castro

Tal como as nuvens, Rosalia de Castro

Tal como as nuvens

que leva o vento

e ora assombram ora alegram

os espaços imensos do céu,

assim as ideias

loucas que tenho.

as imagens de múltiplas formas

de estranhas feições, de cores incertas,

ora assombram

ora aclaram

o fundo sem fundo do meu pensamento.

.

Revista DiVersos de poesia e tradução, nº 21

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s