Poesia Portuguesa

O pianista – Gastão Cruz

Senta-se imita

o autor Os

holofotes douram-no

é a vítima

dos expansivos círculos do som

 

Em torno dele o som é como

um laço

Está sentado na margem do

teclado detendo com os braços

a força ameaçadora das águas

*

O Pianista, Gastão Cruz

Porto: Edições Limiar, 1984

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s