Edith Irene Södergran

“Tu procuraste uma flor” de Edith Södergran

Tu procuraste uma flor

e encontraste um fruto.

Procuraste uma fonte

e encontraste um mar

Procuraste uma mulher

e encontraste uma alma –

para ti, que deceção.

*

Edith Irene Södergran na revista de poesia e tradução DiVersos, 22. Tradução de José Carlos Marques

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s