Neil Curry

Sobre a falta de auto-confiança – Neil Cury

E se eu decidisse ir até ao lago

Uma noite e por acaso encontrasse

Lá os meus pais e, com a minha vida

Toda nos braços, lhes dissesse

“Isto, foi o que fiz dela?” O que,

Pergunto-me, quando desfifesse o embrulho,

Teria para lhes mostrar? Palavras, sim palavras,

De mais para se preocuparem com elas,

A amizade de algumas pessoas distintas,

Um marido a quem causara tanto sofrimento

E… e… mas e se o pai se virasse

Para mim, erguesse as sobrancelhas severas,

E perguntasse, “É tudo Virgínia? É tudo?”

 

*

in Companhia a Mrs Woolf, Neil Curry

(trad. de Francisco Craveiro de carvalho)

(colecção Poetas da Eufeme)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s