Rui Tinoco - Poesia

A minha escrita fermentou, tenho todos os desejos

A minha escrita fermentou, tenho todos os desejos pousados sobre a mesa, a vontade doce do recolhimento em mim próprio, para lá dos sentimentos, num vago ressentimento contra o mundo. Quero chegar ao silêncio. Finalmente. A vida não permite erros: eu não quis os sentimentos que achei errados, cantei-me aqui, para quê cantar uma consciência … Continuar a ler